FALE CONOSCO

Entre em contato conosco para tirar todas as suas dúvidas sobre investimento em ouro. Fale com nossos consultores através dos canais abaixo:

0800 7091033
11 99159 7222
11 99160 8555
Chat Online

Horário de atendimento: 08h30 às 19h00

NEWSLETTER

  • loading


    OURO ATIVO FINANCEIRO

    Conheça as vantagens de comercializar Ouro com a confiança
    e experiência que a PARMETAL oferece para você.

1
/
3
/

Competência, Agilidade e Confiança em operações com Ouro

A ``Parmetal DTVM`` é uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central do Brasil (Bacen) e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e é especializada na negociação de ouro ativo financeiro, sua principal atividade.

Cotações Agora (R$/g)

*Preço de negociação pode variar ao longo do dia

Notícias e Artigos

Confira aqui as novidades e nossas avaliações sobre o que está acontecendo no mercado do ouro.
Ações Bolsa de valores Câmbio Cobre Commodity Cotacao Dólar Economia EUA Investimento Libra Mercado New York Ouro Parmetal Prata

Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão europeia

20 de janeiro de 2017
Fonte: Investing.com Publicado: (20.01.2017 08:30) Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão europeia na sexta-feira. Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros de Ouro em Fevereiro foram negociados na entrega a US$ 1.198,95 por onça troy no momento da escrita, caindo 0,21%. Anteriormente negociadas na baixa da sessão a US$ por onça troy. O Ouroestava propenso a encontrar apoio em US$ 1.195,80 e resistência em US$ 1.214,70. O Índice Dólar, que acompanha o desempenho do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, registrou ganhos 0,24% para negociação a US$ 101,34. Em outra parte da Comex, A Prata para entrega em Março registrou perdas 0,79% para negociação a US$ 16,867 por onça troy enquanto O Cobre para entrega em Março registrou perdas 0,56% para negociação a US$ 2,596 por libra-peso. Site: https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/os-futuros-de-ouro-ca%C3%ADram-durante-a-sess%C3%A3o-europeia-224350
Ações Ásia Bolsa de valores Câmbio Cobre Commodity Cotacao Dólar Economia EUA Inflação Investimento Libra Mercado New York Ouro Parmetal Prata

Os Futuros de Ouro subiram durante a sessão asiática

20 de janeiro de 2017
Fonte: Investing.com Publicado: (20.01.2017 03:25) Os Futuros de Ouro subiram durante a sessão asiática na sexta-feira. Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros de Ouro em Fevereiro foram negociados na entrega a US$ 1.207,35 por onça troy no momento da escrita, subindo 0,49%. Anteriormente negociadas na alta da sessão a US$ por onça troy. O Ouro estava propenso a encontrar apoio em US$ 1.195,80 e resistência em US$ 1.214,70. O Índice Dólar, que acompanha o desempenho do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, registrou perdas 0,13% para negociação a US$ 100,97. Em outra parte da Comex, A Prata para entrega em Março registrou ganhos 0,41% para negociação a US$ 17,072 por onça troy enquanto O Cobre para entrega em Março registrou ganhos 0,27% para negociação a US$ 2,618 por libra-peso. Site: https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/os-futuros-de-ouro-subiram-durante-a-sess%C3%A3o-asi%C3%A1tica-224322
Ações Bolsa de valores Brasil Câmbio Commodity Cotacao Dólar Economia EUA FED Inflação Investimento Libra Mercado New York Ouro Parmetal Taxa de Juros

Ouro fecha em queda com dólar mais forte e discurso de Yellen

20 de janeiro de 2017
  Fonte: Estadão Conteúdo Publicado: 19/01 às (18h29min) O contrato futuro de ouro fechou em queda na sessão desta quinta-feira (19), pressionado por um fortalecimento do dólar, por dados mais fortes da economia americana e pelo tom mais hawkish do discurso de ontem da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Janet Yellen. O contrato para fevereiro, negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex) recuou 0,87%, a US$ 1.201,50 por onça-troy. O número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caiu 15 mil na semana encerrada em 14 de janeiro, para 234 mil, segundo o Departamento do Trabalho, contrariando previsão de alta de analistas. Além disso, as construções de moradias iniciadas cresceram 11,3% em dezembro ante novembro, acima da previsão de alta de 10,1%. Já o índice de atividade regional do Fed da Filadélfia saltou de 19,7 (dado revisado) de dezembro para 23,6 em janeiro, contrariando a estimativa, de queda para 15,8. O tom mais “hawkish” do discurso de ontem de Yellen também pressionou os preços do metal. A presidente do BC americano afirmou que espera elevar as taxas de juros americanas “algumas vezes por ano” até 2019. O metal precioso sofre quando ocorre um aperto monetário, uma vez que investidores realocam seus investimentos para ativos que tenham um retorno maior. Já o dólar forte também pesou sobre os preços do metal. O ouro, que é cotado em dólar, fica mais caro para investidores que operam em outras divisas. Site: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/01/economia/542635-ouro-fecha-em-queda-com-dolar-mais-forte-e-discurso-de-yellen.html
Ações Austrália Banco Central BCE Bolsa de valores Brasil BREXIT Câmbio China Commodity Corrupção Cotacao Dólar Economia Eleições EUA Euro Europa Governo Hong Kong Ibovespa Iene Inflação Investimento Japão Libra Mercado New York Ouro Parmetal Petroleo PIB Política Presidencia Reino Unido Taxa de Juros Xangai

Feriado nos EUA Traz Calmaria aos Mercados

19 de janeiro de 2017
Por: Olivia Bulla da Investing.com Publicado: 16.01.2017 10:11   A semana começa com um feriado nos Estados Unidos, pelo Dia de Martin Luther King Jr., o que esvazia os negócios pelo mundo. Os investidores aproveitam a sessão mais fraca hoje para recompor o fôlego, já que amanhã sai a ata da reunião de janeiro do Comitê de Política Monetária (Copom) e, na sexta-feira, Donald Trump assume a presidência norte-americana. Desde a entrevista coletiva sem sentido do presidente eleito, na semana passada, o chamado “efeito Trump” começou a se autoimplodir. Os mercados financeiros começam a se assustar, ainda que tardiamente, diante da ausência de sinais concretos sobre as políticas econômicas a serem adotadas assim que ele adentrar a Casa Branca, no próximo dia 20. Ainda mais por se tratar de alguém que insiste em não sair do “modo campanha” e torna-se mais presidenciável, com os temas pessoais se sobrepondo às questões de governo. Embora no curto prazo o crescimento econômico dos EUA deva acelerar, em prazos mais longos, a incerteza quanto à gestão Trump aumenta – e muito. Diante disso, a cautela tende a prevalecer, com posições mais defensivas ganhando força nos próximos dias. O grande destaque nesta manhã é a queda livre da libra esterlina, que segue sentindo os efeitos da saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit. A moeda britânica é negociada abaixo de US$ 1,20, no menor nível desde outubro, após relatos de que a primeira-ministra Theresa May também planeja deixar o mercado comum da UE para que o Reino Unido reassuma o controle das fronteiras e das leis comerciais. A libra já caiu quase 20% desde a decisão por plebiscito, em junho, e os investidores se preparam para o discurso dela, amanhã, no qual deve falar sobre um “hard Brexit”. O movimento disparou uma busca por proteção, o que fortalece o iene e o ouro. A moeda japonesa é negociada em alta pelo sexto dia seguido, o que provocou perdas de 1% da Bolsa de Tóquio hoje. Na China, Xangai caiu 0,3% e Hong Kong cedeu 0,9%, ao passo que o índice Shenzhen registrou a maior queda desde fevereiro, na quinta baixa seguida. As moedas de países emergentes e exportadores de commodities também perdem terreno, como a lira turca e o dólar australiano. O petróleo, porém, está na linha d’água, sustentando-se na faixa de US$ 52 o barril, mas a perspectiva de maior volatilidade nos negócios globais aumentou. Até porque os indicadores econômicos começam a dividir as atenções com a safra de balanços. Dados de inflação ao consumidor (CPI) em dezembro são o grande destaque do exterior e, no Brasil, sai a prévia do IPCA de janeiro (quinta-feira). Os números sobre os preços no varejo na zona do euro e nos EUA serão conhecidos na quarta-feira, um dia após a divulgação do sentimento econômico na região da moeda única. Também na quarta-feira, tem a produção industrial norte-americana no mês passado, além de dados do setor imobiliário de lá e chinês. No dia seguinte, a China anuncia
Ações Ásia Bolsa de valores Câmbio Cobre Commodity Cotacao Dólar Economia EUA Investimento Libra Mercado New York Ouro Parmetal Prata

Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão asiática

19 de janeiro de 2017
Fonte: Investing.com Publicado: (19.01.2017 02:05)   Os Futuros de Ouro caíram durante a sessão asiática na quinta-feira. Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros de Ouro em Fevereiro foram negociados na entrega a US$ 1.202,05 por onça troy no momento da escrita, caindo 0,83%. Anteriormente negociadas na baixa da sessão a US$ por onça troy. O Ouro estava propenso a encontrar apoio em US$ 1.197,00 e resistência em US$ 1.214,70. O Índice Dólar, que acompanha o desempenho do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, registrou perdas 0,07% para negociação a US$ 101,24. Em outra parte da Comex, A Prata para entrega em Março registrou perdas 1,45% para negociação a US$ 17,023 por onça troy enquanto O Cobre para entrega em Março registrou ganhos 0,65% para negociação a US$ 2,631 por libra-peso. Site: https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/os-futuros-de-ouro-ca%C3%ADram-durante-a-sess%C3%A3o-asi%C3%A1tica-224074

Quero Comprar Ouro

Comprar Ouro é muito simples. Todo ouro vendido pela empresa é considerado ativo financeiro e não mercadoria. O ouro poderá ficar custodiado na empresa, para posterior retirada ou negociação, bem como ser entregue no endereço do cliente (consulte custos de entrega). Tecle em ``Saiba mais`` se deseja mais informações sobre como comprar, conhecer nossos lingotes e moedas; e conhecer como funciona a custódia de ouro. Saiba mais

Quero Vender Ouro

Vender seu ouro não é complicado. Se ele já estiver custodiado na empresa é só fechar a operação por telefone e aguardar o pagamento em questão de minutos. Se, no entanto, ele estiver em seu poder, precisaremos saber sua pureza (se não for puro, haverá o custo de refino) e conhecer sua origem (investimento ou mineral) para adotarmos os procedimentos fiscais adequados. Tecle em ``Saiba mais`` para entender os procedimentos.Saiba mais