CADASTRO

Para comprar e vender Ouro com a Parmetal, preencha nosso formulário online. Clique nos botões abaixo para criar ou acessar seu perfil.

Pessoa Física Pessoa Jurídica

PASSO A PASSO

01. Preencha os formulários de cadastro.
02. Imprima os documentos gerados, confira suas informações e assine nos campos assinalados.
03. Entregue os documentos impressos juntamente com o restante da documentação solicitada na agência mais próxima de você. Entraremos em contato informando a efetivação de seu cadastro.

Acesse o tutorial aqui

Fed Deu Sinal Verde para o Ouro Subir

5 meses atrás
Home  /  Ações  /  Fed Deu Sinal Verde para o Ouro Subir

 

Gold bars are seen at the Austrian Gold and Silver Separating Plant 'Oegussa' in Vienna

Por: Chaim Siegel da Elazar Advisors, LLC

Publicado:  (16.03.2017 17:11)

 

Em 1.º de março, a economia norte-americana deu ao Fed um susto com a inflação. Foi quando a medida favorita do Fed para a inflação, o Índice de Preços das Despesas de Consumo Pessoal (PCE), apresentou uma alta súbita.

A maior parte dos dirigentes do Fed correram para anunciar que mudaram de moderados para enérgicos. Mas isso foi naquele momento.

Na manhã de ontem, no entanto, a divulgação do núcleo do IPC acalmou o Fed de forma suficiente para que eles mantivessem os mesmos planos que tinham antes de 1.º de março. A real notícia de ontem era que, após todas as queixas de dirigentes do Fed nas últimas semanas, no fim, além dos 25 pp de aumento já amplamente esperados, nada realmente mudou muito.

Isso dá ao ouro sinal verde para subir.

Revisão Rápida: Susto com inflação em 1.º de março

Futuros do Fed durante 30 dias até 1.º de março de 2017

Futuros do Fed durante 30 dias até 1.º de março de 2017

Fonte: CME Group

Acima, o gráfico dos Fundos Futuros do Fed. Uma queda significa que os futuros enxergam uma chance crescente de uma taxa dos Fundos do Fed maior. 1.º de março presenciou a maior queda. Foi quando o Índice de Preços das Despesas de Consumo Pessoal (PCE), apresentou sua alta.

CPI:PPI, junho de 2016 - fevereiro de 2017

CPI:PPI, junho de 2016 – fevereiro de 2017

Em 1.º de março, o mercado viu o índice PCE saltar de 0 e 0,1 para 0,3. Alguns dirigentes do Fed podem ter visto com antecedência. Esta foi a principal razão para os dirigentes do Fed sentirem que precisavam falar publicamente algo sobre aumento dos juros.

Mas isso foi naquele momento.

É chegado o dia de ontem, 15 de março, e o relatório do PCE foi preterido pela divulgação do IPC. O IPC de fevereiro apresentou passo mais lento que a leitura anterior.

Isso é importante porque em todas as vezes no ano passado em que o IPC estava forte, a inflação medida pelo Fed na sequência vinha com força (como pode ser visto na matriz acima).

Com o alerta de uma leitura mais vagarosa do IPC divulgada horas antes do anúncio da decisão sobre a taxa de juros ontem, o Fed poderia acalmar e aumentar.

Além do aumento, Fed não realizou mudanças Isto foi chocante

Enquanto muitos provavelmente analisarão muito a linguagem na declaração do FOMC, acreditamos que a peça mais importante de informação foram as projeções. O Fed emite atualizações destas projeções após cada reunião.

Neste momento, não há absolutamente qualquer mudança em suas projeções.

Toda a preocupação sobre inflação mais alta e recuperação na percepção era simplesmente caminhar em círculos para lugar algum. O Fed não alterou nada após toda essa corrida ao redor da mídia.

Vejamos:

  • A expectativa do núcleo da inflação em 2017 foi de 1,8% para 1,9%. Não houve alteração.
  • A projeção do PIB foi de 2,1% para 2,1%. Não houve alteração.

E o mais importante (que rufem os tambores, por favor): a meta para os Fundos Federais no fim do ano foi de 1,4% para… 1,4%. Sem alteração.

Alguém se lembra da histeria do Fed nas últimas semanas com vários anúncios de dirigentes do Fed sobre um aumento dos juros “logo” e grandes corretoras aumentado suas metas em geral? Nós lembramos.

E tudo isso para…. nenhuma alteração. O Fed mudou… nada.

Sinal verde para o ouro

Conforme explicamos na semana passada, se o ouro, via SPDR Gold Shares (NYSE:GLD) não precisa competir com vários, inesperados aumentos de juros, ele pode subir de preço. Observamos que taxas de juros mais altas levam o ouro a ter preço menor. Desde que o Fed não alterou suas projeções graças a números mais benignos do IPC, o ouro pode resistir.

Dissemos na semana passada:

“Atualmente, não estamos totalmente convencidos de que o ouro vá cair. Apesar de destacarmos este catalisador importante, ainda, queremos ver como o ouro reage às notícias. Uma ruptura é negativa, mas se o ouro esperar as notícias, pode ser uma ação positiva.”

Este é o gráfico que mostramos na publicação passada:

GLD 2010-2017 no fechamento de 8 de março de 2017

GLD 2010-2017 no fechamento de 8 de março de 2017

A linha que desenhamos atua como importante apoio e resistência para ação crítica. As notícias otimistas de ontem e o fechamento acima da linha principal é positivo.

Este é o fechamento de ontem:

GLD Semanal 2014-2017 no fechamento de 15 de março de 2017

GLD Semanal 2014-2017 no fechamento de 15 de março de 2017

Este é um movimento positivo para investidores de longo prazo. No momento, em termos de curto prazo, não queremos ir atrás do ouro porque acreditamos que ele possa devolver os movimentos de ontem em curto prazo, já que mercados de ações avançam.

Um outro fator ajudando o ouro: Não há crescimento

Alguém ouviu Janet Yellen, a presidente do Fed, falar algo sobre crescimento ontem? Nenhuma palavra. Nada. Uma vez que o índice PCE e o IPC estão dominados, as taxas não têm motivo para crescer. Isto é bom, no longo prazo, para o ouro.

Ouça o que Yellen, a presidente do Fed, falou sobre crescimento em sua entrevista coletiva ontem.

“Não vimos qualquer evidência concreta de uma mudança nas decisões de gastos.”

Apesar de ver uma recuperação na confiança e nos empregos, o Fed não viu recuperação nos gastos que é o que realmente importa.

Todo o burburinho sobre a recuperação da economia e o Fed não está vendo.

Quanto a política fiscal, eles também não esperam muito sobre isso. Quando questionada se dirigentes do Fed estão levando em conta iniciativas planejadas de gastos ficais, Yellen respondeu:

“Não ha nada que nós fizemos ou previmos, isto é especulação.”

São palavras do Fed, educadamente chamando de especulação as iniciativas de gastos planejadas. Em outras palavras, eles não acreditam muito que os gastos fiscais passem no Congresso.

Se Yellen estiver correta, o ouro não terá que competir muito com crescimento, gastos fiscais ou taxas de juros inesperadamente mais altas. O Fed apenas não vê isso.

Conclusão

Uma grande ausência de mudanças no Fed ajudou o ouro a se sustentar ontem. Foi uma mudança fundamental e otimista, revertendo um temor importante após a divulgação de um índice PCE alto em 1.º de março. Parece que o IPC salvou o ouro de falhas ontem.

Site: https://br.investing.com/analysis/fed-deu-sinal-verde-para-o-ouro-subir-200179103

Categories:
  AçõesBolsa de valoresCâmbioCommodityDólarEconomiaEmpregoEUAFEDInflaçãoInvestimentoMercadoNew YorkOuroParmetalPolíticaPresidenciaTaxa de Juros
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 200