CADASTRO

Para comprar e vender Ouro com a Parmetal, preencha nosso formulário online. Clique nos botões abaixo para criar ou acessar seu perfil.

Pessoa Física Pessoa Jurídica

PASSO A PASSO

01. Preencha os formulários de cadastro.
02. Imprima os documentos gerados, confira suas informações e assine nos campos assinalados.
03. Entregue os documentos impressos juntamente com o restante da documentação solicitada na agência mais próxima de você. Entraremos em contato informando a efetivação de seu cadastro.

Acesse o tutorial aqui

Ouro salta após dados sombrios sobre inflação e vendas no varejo dos EUA

4 meses atrás
Home  /  Ações  /  Ouro salta após dados sombrios sobre inflação e vendas no varejo dos EUA

الذهب ينخفض والفضة تقلص مكاسبها مع صعود الدولار

Publicado:  (14.06.2017 09:46)

Por: Investing.com

Preços do ouro subiam aos níveis mais altos da sessão nas negociações desta manhã de quarta-feira na América do Norte, já que dados apáticos sobre inflação e vendas no varejo dos EUA fizeram os investidores baixarem as expectativas de mais altas dos juros pelo Federal Reserve.

Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, contratos futuros de ouro estavam cotados a US$ 1.275,21 a onça troy por volta das 9h45 (em horário de Brasília), alta de US$ 7,20 ou cerca de 0,6%. Enquanto isso, o ouro spot era cotado a US$ 1.273,49.

Preços do ouro marcaram a quinta queda seguida na terça-feira após caírem para US$ 1.260,50, seu menor nível desde 26 de maio.

Ainda na divisão Comex, contratos futuros da prata ganhavam US$ 0,261, ou cerca de 1,6%, e era negociados a US$ 17,02 por onça troy.

Os preços aos consumidores nos EUA caíram 0,1% no mês passado, frustrando projeções de aumento de 0,1%, afirmou o Departamento de Comércio nesta quarta-feira.

Em comparação ao ano anterior, os preços ao consumidor estiveram 1,9% mais altos do que no mesmo mês do ano passado, frustrando as expectativas de ganhos de 2,0%.

Os preços ao consumidor, excluindo gastos com alimentação e energia, subiram 0,1%, abaixo das projeções de 0,2%. Em taxa anualizada, o núcleo do IPC subiu 1,7%, desacelerando de 1,9% em abril.

Outro relatório mostro que as vendas no varejo caíram 0,3% em maio a partir do mês anterior, abaixo das expectativas de ganhos de 0,1%. O núcleo das vendas no varejo, que exclui vendas de automóveis, caiu 0,3% em maio.

Investidores agora se preparam para a alta dos juros do Federal Reserve enquanto aguardam o que Janet Yellen, presidente da instituição, dirá sobre a trajetória futura dos aumentos dos juros.

Agentes de mercado também ficarão muito atentos a detalhes sobre o plano do Fed de reduzir seu balanço patrimonial de US$ 4,5 trilhões ainda esse ano.

A expectativa geral é de que o Fed eleve a taxa-alvo dos fundos federais em 0,25 pp na quarta-feira às 15h em horário de Brasília, quando se encerra a reunião de política monetária que dura dois dias, que seria colocada em uma faixa entre 1,0% e 1,25%.

O banco central norte-americano também divulgará suas mais recentes projeções de crescimento econômico e taxa de juros, conhecidas como “dot-plot”.

Janet Yellen, presidente do Fed, deve realizar uma entrevista coletiva 30 minutos após a divulgação da declaração do Fed e os investidores devem buscar novas indicações do ritmo de mais endurecimento da política monetária nos próximos meses e no próximo ano.

A média das projeções de dirigentes do Fed aponta para mais duas elevações da taxa de juros até o fim do ano, após já ter ocorrido aumento da taxa de juros de referência uma vez este ano de 0,25% em março.

Entretanto, uma série recente de dados econômicos norte-americanos decepcionantes unida à incerteza crescente sobre a habilidade da administração Trump aprovar a reforma fiscal e reforma do sistema de saúde causaram dúvidas sobre a habilidade do Fed elevar as taxas tanto quanto o banco central gostaria antes do fim do ano.

De acordo com Monitor da Taxa da Reserva Federal do Investing.com, as convicções relativas a um movimento além da amplamente aguardada elevação dos juros desta semana estão em 40% dos agentes do mercado aguardando outro aumento ainda este ano.

Site: https://br.investing.com/news/not%C3%ADcias-de-commodities-e-futuros/ouro-salta-ap%C3%B3s-dados-sombrios-sobre-infla%C3%A7%C3%A3o-e-vendas-no-varejo-dos-eua-249519

Categories:
  AçõesBanco CentralBolsa de valoresCâmbioCommodityCotacaoDólarEconomiaEUAFEDGovernoInflaçãoInvestimentoMercadoNew YorkOuroParmetalPolíticaPrataPresidenciaTaxa de Juros
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 200