A RÚSSIA, DESDE A QUEDA NOS PREÇOS DO PETRÓLEO, NÃO FICA UM MÊS SEM INVESTIR PESADO EM OURO

5 anos atrás
Home  /  Cotacao  /  A RÚSSIA, DESDE A QUEDA NOS PREÇOS DO PETRÓLEO, NÃO FICA UM MÊS SEM INVESTIR PESADO EM OURO

A RÚSSIA, DESDE A QUEDA NOS PREÇOS DO PETRÓLEO, NÃO FICA UM MÊS SEM INVESTIR PESADO EM OURO.
Moacir Camargo – Economista Parmetal DTVM

A Rússia sofreu um choque em sua economia com a definição da OPEP em manter os volumes de produção do petróleo, que hoje excede a sua demanda, e por conta disso viu o preço dessa commodity despencar no mercado internacional.
Com a dependência extrema da Rússia pelo petróleo e com os preços despencando para US$ 50,00 o barril, após ter atingido US$ 150,00, a luz de alerta acendeu, e o mundo passou a analisar os efeitos nefastos que esse rearranjo nos preços poderiam representar em sua economia. No patamar de negociação dentro da dezena dos US$50,00 o barril, as receitas obtidas com seu principal produto agora ficam comprometidas em quase sua totalidade das obrigações públicas do governo (80% dos seus gastos públicos). E um outro agravante são as sanções econômicas imposta à Rússia pela União Europeia, Inglaterra e EUA por conta da anexação da Crimeia em 28/02/2014 com tropas russas tomando a cidade.
Diante desse cenário adverso: queda nos preços do petróleo, sanções econômicas, ameaças da Rússia a todos que foram contra a anexação da Crimeia; uma maxidesvalorização do Rublo vem a colocar a sua economia em cheque, e por conta disso o governo estrategicamente passou a adquirir grandes quantias de ouro afim de garantir o poder de compra da sua moeda.
Em relatório, o Conselho Mundial para o Ouro (WGC), informou que em abril/2015 a Rússia adquiriu + 9.300 kg de ouro, sendo +173.000 kg em 2014.
A Rússia em suas reservas de ouro atualmente conta com 40,1 milhões de onça troy (≈1.247.270 kg), representando US$ 357 bilhões e 13% do total de suas reservas internacionais. De acordo com a presidente do Banco Central da Rússia (Elvira Nabiullina), a intenção é aumentar suas reservas de ouro em mais US$ 145 bilhões, atingindo um total de US$ 500.000.000.000,00. Mas essas aquisições se darão nos próximos anos e de forma gradual para que não impacte no preço da commodity no mundo.
Feito de forma diferente do que o Brasil fez por aqui, a estratégia em adquirir ouro freou o ímpeto aplicado pelas mãos do mercado que fortemente desvalorizaram o Rublo e está ajudando a frear a inflação, colocando em 4% ao ano no médio prazo.
Fontes: Kitco, World Gold Council

Categories:
  CotacaoDólarEconomiaOuro
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 400