Bolsas dos EUA indicam recuperação de queda em tecnologia; foco no Fed

2 anos atrás
Home  /  Ações  /  Bolsas dos EUA indicam recuperação de queda em tecnologia; foco no Fed

MICROSOFT, GM ET LOCKHEED MARTIN À SUIVRE À WALL STREET

Publicado:  (13.06.2017 08:13)

Por: Investing.com

O mercado futuro de Wall Street apontava para uma abertura em leve alta nesta terça-feira, já que as ações devem se recuperar da correção de dois dias ocorrida primeiramente em papéis do setor de tecnologia e investidores mudam o foco para a iminente decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed).

O blue chip futuros do Dow ganhava 17 pontos, ou 0,08%, às 7h10 em horário local (8h10 em horário de Brasília), os futuros do S&P 500 subiam 4 pontos, ou 0,14%, enquanto o índice futuro de tecnologia Nasdaq 100 tinha alta de 11 pontos ou 0,20%.

Após o fechamento de segunda-feira, que marcou a maior queda de dois dias na Nasdaq desde dezembro devido a preocupações com valorizações de ações do setor de tecnologia, as bolsas dos EUA pareciam estar no mesmo caminho de recuperação trilhado por bolsas do mundo mais cedo na sessão e as atenções se voltavam à política monetária, já que o Fed inicia nesta terça-feira sua reunião de dois dias.

Como já se espera amplamente que o banco central norte-americano eleve as taxas de juros em 0,25% para uma faixa entre 1,0%-1,25%, o foco dos investidores estará em qualquer nova indicação sobre o andamento do endurecimento da política monetária nos próximos meses e no próximo ano, com atenção particular a quaisquer detalhes oferecidos sobre a redução do portfólio de US$ 4,5 trilhões.

Muitos especialistas acreditavam que os dados do índice de preços ao consumidor (IPC) de quarta-feira dificilmente segurariam o Fed, com expectativas de que o índice caia para 2.0% de aumento anual no número geral e o núcleo da inflação permanecendo estável em 1,9%.

Nesse sentido, participantes do mercado permanecerão atentos ao índice de preços ao produtor (IPP) de terça-feira, que geralmente é considerado um indicador primordial para o IPC, já que o aumento dos preços aos fabricantes tende a ser repassado aos consumidores.

O dólar caía frente aos principais rivais nesta terça-feira antes da decisão, com o U.S. índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, recuando 0,12% para 97,03 às 8h11 (horário de Brasília).

Contratos de ouro com vencimento em agosto na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York caíam para a mínima de uma semana antes da decisão. Às 8h12 (horário de Brasília), o metal preciso estava recuando US$ 3,62, ou cerca de 0,3%, para US$ 1.265,28.

Enquanto isso, preços do petróleo continuavam a subir nesta terça-feira após a Arábia Saudita afirmar que faria cortes significativos nas exportações em julho em meio a sinais de uma redução dos estoques de petróleo bruto nos EUA, embora o aumento da produção norte-americana continue a pesar no mercado.

O petróleo mantinha os ganhos apesar do fato de que o relatório mensal de petróleo da OPEP, divulgado nesta terça-feira, tenha que o cartel, na verdade, aumento a produção em 336.100 barris por dia para um total de 32,14 milhões de barris por dia.

Contratos futuros de petróleo bruto nos EUA ganhavam 0,30%, atingindo US$ 46,22 às 7h13 em horário local (8h13 em horário de Brasília), enquanto o petróleo Brent tinha aumento de 0,25%, com o barril negociado a US$ 48,41.

Site: https://br.investing.com/news/mercado-de-a%C3%A7%C3%B5es-e-financeiro/bolsas-dos-eua-indicam-recupera%C3%A7%C3%A3o-de-queda-em-tecnologia;-foco-no-fed-249263

Categories:
  AçõesArábiaBolsa de valoresCâmbioCommodityCotacaoDólarEconomiaEUAExportaçãoFEDInflaçãoInvestimentoMercadoNew YorkOPEPOuroParmetalPetroleoPolíticaTaxa de JurosTecnologiaWall Street
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 200