Despesas pessoais aumentam em dezembro, núcleo do PCE avança

6 anos atrás
Home  /  Ações  /  Despesas pessoais aumentam em dezembro, núcleo do PCE avança

Employees wait to greet shoppers during British clothing retailer Topshop's grand opening of the chain's New York flagship store

Fonte: Investing.com

Publicado: (30.01.2017 11:32)

As despesas do consumidor aumentaram de acordo com as previsões em dezembro, e o núcleo de preços de despesas de consumo pessoais (PCE, na sigla em inglês) também subiu conforme o esperado, mostraram os dados nesta segunda.

Em relatório, o Ministério do Comércio afirmou que as despesas pessoais aumentaram 0,5% em dezembro em comparação com o mês anterior, confirmando as estimativas e superando o crescimento de 0,2% em novembro.

A despesa do consumidor é a maior fonte de crescimento econômico nos EUA, representando dois terços da atividade econômica.

Já a renda pessoal avançou a um valor sazonalmente ajustado de 0,3% em dezembro, comparado com expectativas de avanço de 0,4%. Isso após um crescimento de 0,1% no mês anterior.

O consumo pessoal real avançou a um valor sazonalmente ajustado de 0,3% no mês passado, confirmando as expectativas e superando o avanço de 0,2% em novembro, que foi revisado de uma leitura inicial de 0,1%.

Enquanto isso, o índice de preços do núcleo do PCE cresceu 0,1% no mês passado, confirmando as previsões e superando o mês de novembro, em que permaneceu inalterado.

O índice de preços do núcleo do PCE cresceu a uma taxa anualizada de 1,7% em dezembro, em conformidade com as expectativas e com os números revisados do mês anterior (inicialmente 1,6%).

O Federal Reserve usa o núcleo do PCE como uma ferramenta para ajudar a determinar se é necessário aumentar ou diminuir as taxas de juros, no intuito de manter a inflação em 2% ou menos.

Imediatamente após o relatório, o euro foi negociado a US$ 1,0639, caindo a partir de cerca de US$ 1,0624 antes da divulgação dos dados, a libra, a US$ 1,2529, subindo de 1,2505 mais cedo, e o iene, a 114,35, partindo de 114,44 anteriormente.

O índice dólar americano, que acompanha a moeda em comparação com uma carteira das seis principais moedas, ficou em 100,82, frente a 100,97 antes do relatório.

Enquanto isso, o mercado de ações futuro americano seguia para um menor valor de abertura. O Dow futuro recuou 0,44%, o S&P 500 futuro registrou queda de 0,44%, e o Nasdaq 100 futuro encolheu 0,40%.

No mercado de commodities mundial, o ouro futuro operou a US$ 1.194,40 a onça troy, frente a US$ 1.193,55 antes dos dados, e o petróleo bruto foi negociado a US$ 53,18 o barril, partindo de US$ 53,13 anteriormente.

Categories:
  AçõesBolsa de valoresCommodityDólarEconomiaEUAEuroFEDIeneInflaçãoInvestimentoLibraOuroParmetalPetroleo
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 200