Mercado Agora: A Educação e o Impacto na Indústria

7 anos atrás
Home  /  Economia  /  Mercado Agora: A Educação e o Impacto na Indústria

Mercado Agora

A Educação e o Impacto na Indústria

 

Muitas são as oportunidades que o empresário pode oferecer aos seus colaboradores. Uma delas é o incentivo à educação. Mas aí pairam os medos:

  • Um funcionário mais estudado e especializado custa mais caro para ser contratado?
  • Se eu trouxer um consultor para dar treinamento a esse funcionário eu vou gastar $ e nada muda.
  • Se eu pagar um curso ele vai me abandonar na 1a oportunidade que o remunerará melhor?

    Isso tudo é verdade e um bom funcionário pode abandonar uma empresa para ganhar mais em outra da mesma forma que o empresário faz com seu $ quando encontra uma possibilidade de aplicá-lo e obter melhor retorno com menores riscos do que investir no chão de fábrica ou no escritório, ou até no investimento em capital humano. Mas o que fazer então? Contratar sempre o mais qualificado possível?

    Um patrão sincero, transparente, participativo e interessado nos anseios dos funcionários cultiva o carisma e tem a total e reciproca lealdade de seus colaboradores, e este não o abandona com facilidade, pelo contrário, colocará os rendimentos em 3o plano, a empresa em 2o e manterá a família em 1o. Apoiará incondicionalmente as diretrizes da empresa, mesmo quando essa for a demissão, e sempre estará concentrado em produzir mais e melhor, usando todo seu recurso disponível como força física e intelectual.

    Então sempre é válido apoiar, incentivar e promover ações que gerem maior conhecimento aos seus colaboradores, mesmo tendo a certeza que alguns irão sublimar por motivos positivos, negativos, pessoais, de oportunidades, mas ficará sempre na memória deste colaborador o quanto a empresa o ajudou em termos de conhecimento, responsabilidade social e formação de caráter e isso será o maior retorno que o empresário terá daqueles que partiram, e muitos farão propaganda de sua empresa ou pedirão para voltar. Quando um funcionário pede para voltar e é aceito, este volta redimido, mais leal, mais produtivo e principalmente com experiências novas agregadas da concorrência ou de outro setor por onde trabalhou.

    A FIESP (Federação da indústria do Estado de São Paulo) sabe da importância da educação na vida das empresas e por isso promove continuamente cursos de formação e capacitação, dando condições de aumento da produtividade e competitividade através do SESI e SENAI.

    A contratação de jovens aprendizes é um passo significativo em prol da motivação dos jovens para com o estudo e o trabalho, além de mostrar a importância que as empresas têm para com a família e sociedade na promoção de emprego/renda e até para com a segurança porque um jovem empregado é um jovem desocupado a menos nas ruas.

    Investir e incentivar a educação dentro das empresas sempre valerá a pena e é um passo significativo para o progresso da economia e do país.

 

16/01/2015 – 16:36 – São Paulo/SP

Moacir Camargo – Economista Parmetal DTVM

Category:
  Economia
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 300