O QUE PODE OCORRER SE A AGÊNCIA DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO MOODY´S REBAIXAR A NOTA DO BRASIL?

6 anos atrás
Home  /  Cotacao  /  O QUE PODE OCORRER SE A AGÊNCIA DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO MOODY´S REBAIXAR A NOTA DO BRASIL?

O QUE PODE OCORRER SE A AGÊNCIA DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO MOODY´S REBAIXAR A NOTA DO BRASIL?
Moacir Camargo – Economista da Parmetal DTVM
Neste mês, analistas da agência de classificação de risco Moody´s conversaram com o Ministro da Fazenda Joaquim Levy para discutir dados que impactarão na nota de classificação de risco do Brasil.
Hoje o Brasil é classificado pela Moody´s com a nota Baa2, dentro do range onde dá ao Brasil o Grau de Investimento e bom pagador.
Moodys
Em maio/2008 a Standard & Poor´s concedeu ao Brasil o Grau de Investimento, em meio à maior crise econômica contemporânea (Subprimes), classificando o Brasil com –BBB. E, na sequência, a Fickr e a Moody´s também enquadraram o Brasil dentro do Investiment Grade.
7 anos após essa conquista, em virtude do novo cenário econômico brasileiro, Levy fez peregrinação a todas as agências de classificação de risco, afim de convencer seus analistas que o Brasil, com seus ajustes e medidas propostos, entrará no curso certo para sanar o quadro atual. Levy mostrou-se confiante de que o Brasil permanecerá no grau de investimento, porém o mercado não ficou tão confiante assim, ainda mais depois que o Marcos Schmidt, analista da Moody´s, em relatório e comunicado afirmou: a economia Brasileira recuou 1,6% no 1º trimestre em comparação com 2014, pautou também que as investigações de corrupção da Lava Jato colocou a economia sob pressão, arrastando outros setores como: engenharia, construção civil, energia, espalhando-se para as indústrias do aço e materiais de construção. Também a confiança do consumidor como o poder de compra se deterioraram e as famílias se encontram mais endividadas, somados a isso o aumento da taxa de juros, do desemprego e da inflação. Indústrias fortes como farmacêutica, de telecomunicações irão sofre com redução da demanda, assim como as de mineração já sofrem com a queda na demanda e com os preços mais baixos.
A perda do grau de investimento poderá fazer com que muitos fundos de investimento deixem de investir no Brasil, e com esse clima de incerteza, aumenta a procura de ouro pelos investidores brasileiros, ainda mais que a onça troy vem caindo internacionalmente por conta ainda do efeito da China (crescimento menos intenso), US$ forte e pela Grécia que apesar de conseguir nova ajuda do BCE, ainda vive um momento crítico.

Fontes: Moody´s, Valor Econômico, The Economist e Folha de S.Paulo.

Categories:
  CotacaoEconomiaOuroPolítica
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 200