CADASTRO

Para comprar e vender Ouro com a Parmetal, preencha nosso formulário online. Clique nos botões abaixo para criar ou acessar seu perfil.

Pessoa Física Pessoa Jurídica

PASSO A PASSO

01. Preencha os formulários de cadastro.
02. Imprima os documentos gerados, confira suas informações e assine nos campos assinalados.
03. Entregue os documentos impressos juntamente com o restante da documentação solicitada na agência mais próxima de você. Entraremos em contato informando a efetivação de seu cadastro.

Acesse o tutorial aqui

Ouro atinge máxima da sessão após decepção com dados da inflação dos EUA

4 meses atrás
Home  /  Ações  /  Ouro atinge máxima da sessão após decepção com dados da inflação dos EUA

Gold bars are seen at the Austrian Gold and Silver Separating Plant 'Oegussa' in Vienna

Publicado: (10.08.2017 10:05)

Por: Investing.com

Preços do ouro ampliavam os ganhos nesta quinta-feira, atingindo os maiores níveis da sessão após dados mostrarem que os preços ao produtor dos EUA inesperadamente caíram em julho, registrando sua maior redução em quase um ano.

Na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York, contratos futuros de ouro atingiram o pico na sessão de US$ 1.291,20 a onça troy, nível não visto desde 8 de junho. A cotação era de US$ 1.290,45 às 10h05 (horário de Brasília), alta de US$ 11,10 ou cerca de 0,9%.

O Departamento de Comércio dos EUA afirmou que sei índice de preços ao produtor caiu 0,1% no mês passado, revertendo o ganho de 0,1% em junho. A queda de julho foi a maior desde agosto de 2016.

Nos 12 meses até julho, o IPP aumentou 1,9% após ter subido 2,0 no ano até junho.

Economistas previam que o IPP subiria 0,1% no último mês e teria aumento de 2,2% em comparação ao ano anterior.

A queda inesperada nos preços ao produtor sustentou apostas de um ritmo mais lento de aumento dos juros do Federal Reserve.

O ouro tem se sustentado bem nas últimas semanas porque expectativas reduzidas de um terceiro aumento das taxas de juros do Fed este ano unidas ao aprofundamento das turbulências políticas na Casa Branca aumentaram o apelo do metal precioso.

Na quarta-feira, o ouro registrou seu mais acentuado aumento em um dia desde meados de maio, já que investidores buscavam ativos considerados portos seguros em meio a tensões intensificadas entre EUA e Coreia do Norte.

A imprensa estatal da Coreia do Norte mantinha sua retórica contrária aos EUA nesta quinta-feira, afirmando que a nação desenvolverá um plano até meados de agosto para lançar mísseis de alcance intermediário em Guam, onde os EUA possuem uma grande base militar.

Os comentários surgiram após Donald Trump, presidente norte-americano, ter alertado a Coreia do Norte que qualquer ameaça aos EUA seria respondida com “fogo e fúria”.

A ameaçadora troca de palavras entre Washington e Pyongyang mantinha os investidores apreensivos.

Ainda na divisão Comex, contratos futuros da prata avançavam US$ 0,306, ou cerca de 1,8%, e eram negociados a US$ 17,17 por onça troy, nível não visto desde 14 de junho.

Categories:
  AçõesBolsa de valoresCâmbioCommodityCoreia do NorteDólarEconomiaEUAFEDInvestimentoMercadoNew YorkOuroParmetalPolíticaPrataPresidenciaTaxa de JurosWashington
Esse post foi compartilhado 0 vezes
 200